Delegacias da mulher terão percentual mínimo de policiais femininas

18062019_175223OD_MarthaRocha_18_06_19_JuliaPassos-0378

Um dos 11 vetos do Executivo a projetos de lei derrubados pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) foi o do projeto que determina o percentual mínimo de 20% de policiais civis mulheres para atuarem nos plantões das unidades da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam). Com isso, esses locais terão um percentual mínimo de agentes femininas.

Foram 57 votos favoráveis pela derrubada do veto e duas abstenções. A proposta vai virar lei nos próximos dias. O texto é da deputada Martha Rocha (PDT) que acredita que o atendimento à mulher pode ser melhorado porque a estrutura da Deam foi criada na década de 80.

“Quando uma mulher vítima de violência doméstica ou de estupro procura uma delegacia, os sentimentos de vergonha e medo estão muito aflorados. Na maioria das vezes, relatar o que ocorreu para um policial homem é extremamente difícil e constrangedor. Por isso, era tão importante derrubar o veto e assim dar mais segurança às mulheres”, explicou a parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>