Delegacia especializada deverá auxiliar na divulgação de crianças desaparecidas

10052017_1046472716554

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais uma lei do nosso mandato foi sancionada nesta quarta-feira, a 23ª em três anos de trabalho. Uma iniciativa essencial para ajudar famílias que vivem o drama dos desaparecidos. A Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) deverá fornecer fotos de crianças e jovens desaparecidos para serem divulgadas em locais como estádios, rodoviárias, aeroportos e casas de show.

De acordo com o texto, a DDPA deverá fornecer ainda, sempre que possível, a foto com a imagem envelhecida da criança ou jovem desaparecido. O recurso ajuda bastante na identificação. A Lei 7.567/17 atualiza uma lei de 2001 que tornou obrigatória a divulgação de fotos e outras informações de crianças e adolescentes desaparecidos.

Entendo que a atualização na legislação é necessária, porque a delegacia foi criada depois da lei, em 2014. O projeto alcança duas inovações importantes: a possibilidade da distribuição das fotos também para essa delegacia, que é nova e tem tido muito êxito na localização de pessoas desaparecidas; e levar à discussão do envelhecimento das imagens por meio de um programa de computador.

A implantação da DDPA foi um projeto idealizado durante a minha gestão à frente da chefia da Polícia Civil e tenho muito orgulho!

A Lei 7.567/17 foi sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada no Diário Oficial do Poder Executivo.